fonte:http://www.lawrei.eu/MRA_Alliance/wp-content/uploads/2008/02/usgovdebt.gif

Uma frase que eu amo de um escritor americano chamado Mark Twain é a seguinte: Toda vez que se encontrar do lado da maioria, é hora de parar e refletir. Ela reflete como anda o mundo no quesito em pensar por si mesmo com um espirito crítico. Isso não existe mais na sociedade mundial tecno-democrática. Os Jornais e as mídias fazem isso por nós, e nós, fatigados de trabalhar para eles engolimos como docinho de criança, e ainda, achando que somos inteligentes, criticando políticos, professores e polícias. Estamos todos no mesmo barco e num barco sem remo, ou melhor, com um remo invisível que Adam Smith acreditava que regeria a economia da melhor maneira possível, e ele estava certo. A maioria dos governos correram para seus caixas e deram de mãos beijadas o dinheiro suado dos burros betas de Aldous Huxley, bilhões e bilhões para o que provavelmente foi erro administrativo de alguns banqueiros cheios de dinheiro até a alma. E como sempre, pagamos o pato. Estocamos comida quando dizem que estamos fazendo isso. Tiramos o dinheiro do banco quando dizem que eles vão quebrar. Não sei mais no que acreditar: Chegamos ao ponto da humanidade sonhada por Bacon e Nietzsche sem moral e acima de qualquer preconceito cultural ou religioso, e no fim das contas o pragmático diz: não funcionou, não estamos nada bem! Eu diria isso, digo. É Certo que isso vai passar mas como disse um economista no programa Entre Aspas da GloboNews, vai levar uns 5 anos na melhores das hipóteses.

O que estava me perguntando se esse modelo que ainda destrói tudo pela frente ainda consegue sub-existir. Um dia desses vi um documentário chamado We Feed The World que falava sobre a situação dos pequenos agricultores e as indústrias do alimento, nem preciso dizer o que acontece não é? É assim, continua assim e vai continuar mesmo que esse metido pseudo escritor reclamando o que todo mundo sabe, we are fucked! E não é só isso, esse mesmo documentário mostra Jean Ziegler que é representante da Relatoria Especial para o Direito à Alimentação da ONU do orgão FAO, que a produção agricula poderia alimentar cerca de 12 bilhões de pessoas na situação atual, e isso é a ponta do iceberg, como sempre é, seja na política infantilizada usada pra as massas no brasil seja nos para os bancos suícos descaradamente corruptos. Fazer o que com esses caras? Mata-los, fazer que nem os  mujahadin-homens-bombas? Talvez. Não. Brincadeira não funciona assim, só dá desculpas para eles manterem seu regime diabólico, sejam americanos protestantes, sejam europeus ateus ou mesmo asiáticos autocraticos-comunistas-capitalistas é sempre a mesma história, poder, poder, poder… E que nem o jovem Rico que pergunta a Cristo o que ele deveria fazer para ir para o céu, porque os mandamentos ele cumpre, então Cristo reponde à ele: dá tudo aos pobres e me segue… você deve imaginar o fim da história. Que Deus me ajude à não morrer cedo e que Deus nos ajude a sermos mais sensatos e equilibrados…