Arquivos para categoria: Pensamentos

Meu post sobre aborto é ainda o que mais me rende visitas ao blog. Infelizmente, normalmente eles entram através dos termos ‘como fazer um aborto , e o post é pró-vida, já viu ne?. Pode me chamar de “retrogrado” mas eu sinceramente eu não sei do que eles estão falando. O que eu defendo é simples: ninguem fica meio-grávido, niguem pare mamão ou pêra, é gente, logo, abortar é eufemismo para matar, e matar gente. Em contraposição, estão os defensores do aborto que dizem que a mulher tem direito de escolher ser mãe, e eu concordo, escolha antes de fazer sexo. Já o que eu não concordo é que é criminalizado, porque a legsilação brasileira já preve aborto em certos casos, então nos vem a pergunta: o que, pelo benedito, eles querem discriminalizar? Não sei, eu já vi bastante “discussões” na tv, radio, internet -normalmente não são discussões porque só há apenas pró-aborto e elas nunca deixam claro descriminalizaar o que? Aborto por falta de planejamento familiar? Por irresponsabilidade? Por falta de prevenção? Eu sinceramente não sei, eu sou retrogrado, retrogrado por apenas achar irracional todos esses discursos “progressistas”. Não há nada de progressita dizer que eu posso matar uma criança por eu ter direito a liberdade de escolher ser mãe ou não. Se você ainda achar que eu sou retrogrado, pare de ler, se não, dê para adoção. Deixa Adotar, dê a criança para uma igreja, pra um orfanato, deixe no hospital, em qualquer lugar seguro e que de facil acesso para acha-los. Não mate eles, eles podiam ser você.

Esse post é super pessoal. Não venho dizer coisas banais sobre questões tão importantes tanto para Cristãos quanto para outros. Sim, eu acredito que não-cristãos se preocupem com isso. Os islamicos como superficialmente pude ver, se estiver errado comente por favor, a pureza está relacionada as orações matinais, o de não tocar coisas impuras ou de sexo em periodo menstrual ou 40 dias pós-parto -acredito que tenha mais. Já o budismo pelo que já li, a pureza da mente está relacionada ao não-desejo, buda é chamado do “sem desejo”. Bem, um considera o não-tocar e o segundo o não-desejar, isso é extremente interessante, mas como a Cristandade considera a questão da pureza? A pureza, no meu ponto de vista, não é o não-desejo ou o não-tocar, é o positivo, é o desejo e o tocar, devidamente saudavel. É obvio que quando falamos de pureza nos vem a questão sexual, pelo menos no ocidente é assim, mas pureza vai além disso, ser puro é “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos {e se apartem} da simplicidade que há em Cristo.” ( 2 Coríntios 11:3) Manter os sentidos puros, puros na simplicidade de Cristo, isso é pureza para o Cristão. É positivo, você busca pureza, não deixa de fazer algo para ser puro, vazio não preenche nada. Outro verso que reusme bem isso é ” Foge, também, dos desejos da mocidade; e segue a justiça, a fé, a {ou o amor} caridade {e} a paz com os que, com {um} coração puro, invocam o Senhor. (2 Timóteo 2:22). Outro verbo de ação positiva, segue, busque. Dizemos normalmente que devemos deixar várias coisas mas ao contrário não buscamos o que precisamos, o deixar de buscar gera o vazio que mora a impureza.

Eu estou no 19º de uma pelegrinação à pureza sexual. Vou ser sincero não foi nada fácil. Eu sou Cristão e não tenho medo de me arrepender, e confessar, o Senhor é misericordioso e eu escrevo esse post para tentar entender melhor o que eu devo fazer para crescer na pureza da simplicidade de Cristo. Por isso me escrevo e deixo mais claro para mim que é a minha falta Dele que me faz impuro.

Em João 5:38-39 diz, um verso amplamente descontextualizado,

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;

E não quereis vir a mim para terdes vida.”

Buscamos os negativos da biblia para tornar nossas ações dignas de Deus, e nunca foi isso. Os Nãos dos dez mandamentos nos leva ao Sim do Amor, você vai tirando toda terra de cima e encontra o tesouro, pureza é isso, fazer pureza, ser pureza, buscar pureza, e isso na graça do Senhor Jesus. Senhor me faça puro.

C.S. Lewis diz que “Todos os mortais tendem a tornar-se naquilo que fingem ser.” Eu entendo que quando o ap. Paulo nos chama à nos revestir de Cristo, era disso que ele falava.

“Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências.” Romanos 13:14

Estava lendo um blog que falava sobre a famosa  italiana Eluana, que em estado vegetativo já à 16 anos fora tirado o direito de viver. Eu ouço muito pessoas dizendo quando ouve notícias como essa que gostariam mesmo que alguem as matasse, fizecem eutanasia nelas mas com certeza elas não sabem o que falam, dizer hipoteticamente que se quer morrer em alguma situação é o mesmo que dizer que quer ser astronauta quando crescer, ou seja, talvez até tenhamos certeza mas é o tempo passado que mostrará que não era o que queriamos. A vá bem, não é assim…..

A mulher de 38 anos e 16 de hospital teve seu alimento diminuido gradualmente e por 4 dias passou fome e veio a falecer no dia 9 desse mês e com consentimento da familia que levou a uma grande discussão na italia sobre a legalização ou não da eutanasia em casos parecidos. Contudo, o primeiro-ministro Silvio Berlusconi rapidamente tentou impedir criando uma lei emergencial para o caso mas foi tarde demais. A polemica levantou questões um tanto velhas para o mundo controlado pela grande mídia. Questões que creio que tem raizes em um motivo lógico: egoísmo. Talvez seja um tanto forte a afirmação de que familiares que cuidaram por anos a fio uma mulher de 38 anos sejam egocentricos, porém a palavra que me leva a isso é o cansaço, que me leva a angustia, que me leva ao sofrimento, e que me leva a auto-preservação, que me leva ao egoismo. E mesmo que minha resposta a motivação da diminuição dos alimentos da Senhorita Englaro seja fatalista, os fatalismo estão dos dois lados, porque as respostas cientificas e sociais que se desculpam para tais atos são sempre as mesmas: “Ela vai parar de sofrer”, ou ainda, “Ela não vai sentir dor, vai ser melhor para ela”. Afirmções baseadas em fatos que não se comprovam, os próprios médicos afirmam isso, e mesmo assim continuam a dizer que alguem que está em estado vegetativo não vive, é apenas um vegetal, sem vida mas se ele possivelmente sofre? Ele está morto? Como saber? O quadro clínico é o único que diz que alguem está vivo?. A prepotencia cientifica aparece nessas entrelinhas, e é disso que me preocupa mais. Em que mundo possivel mata-se os invalidos como se fossem uma carne estragada? Raizes desse utilitarismo da existencia humana nos levou ao holocausto nazista de deficientes fisicos e mentais, ciganos, judeus, homossexuais e outros, e é isso que me dá medo dessa ciência fatalista.

Eu já deixo claro que essas afirmações são indagações, perguntas pessoais, um ensaio para reforçar o que penso, ou ainda estou pensando. A ciência tomou o lugar dos feiticeiros, dos alquimistas, não existe  barreira para seu poder, para sua boa intenção de ajudar a humanidade, para seus produtos para todos, para seus remédios, para suas pesquisas com genoma, não pode haver porque isso nos trouxe qualidade de vida. É nos trouxe e não trouxe, não nos tornamos melhor por causa da ciência, e é esse o problema. A ciência quer substituir a religião que fracassou na sua própria força.  Destrua-se toda a moral e viveremos melhor disseram os cientistas, coloque apenas o método, o calculo, o sistema, a comprovação e pronto, seremos “bons”. Eluana Englaro, que Deus a tenha, nunca quis sofrer, sua familia nunca quis que ela sofresse, ninguém nunca quis que ela sofresse mas ainda assim aconteceu, e assim,  pode a ciência acabar com o sofrimento? Pode a ciência acabar com a consciência? Acho o segundo mais provável. E num mundo sem consciência, apenas ciência? Não nos resta nada para pisar, porque queira ou não, a religião sempre se coloca um passo à frente, prevendo, e antevendo problemas no espírito do homem, mas e a ciência? A ciência apenas vê seus pés, e se a seguirmos sem questionar, onde iremos parar?


Não. Eu não estou falando de igreja emergente. Na verdade nem falar de igreja estou falando, ou vou falar.

Bem, só pra deixar claro, falar de Cristianismo não é tarefa fácil, ela é muito teórica, cheio de conceitos, preceitos e meandros…

Hm… não, não é. E é disso que eu vou falar agora.

O termo que coloquei no titulo me provoca hoje bons  sentimentos, não o quanto ele está na moda, ou o quanto dele é verdade, uma coisa é que eu sei, a idéia por trás me trás boas coisas, e o apostolo nos diz para que busquemos isso em Filipeneses 4:8.

Bem, dito isto, onde o minimalismo se encontra com o Cristianismo?-Antes, só queria deixar claro que não seja a intenção de colocar o Cristianismo na idéia e sim colocar uma relação entre os dois, para que se pense o Cristianismo não de uma maneira diferente mas se use de ferramentas novas.

Os enunciados proclamados por nós Cristãos mos por nós Cristãos são simples. Cristo é o filho de Deus que veio salvar o Homem que se afastou de Deus, pronto, dizemos bem resumidamente tudo o que cremos. Quer idéia mais simples que essa? Vejamos outro caso então. As palavras de Cristo, seu primeiro e mais importante mandamento, em Matheus 22:37 e em 1 João 4:21 que é fruto do primeiro . Oras, vemos que se não obedecemos à estes nenhum dos outros fazem sentido dentro do contexto bíblico. O minimalismo está no viver simples, e a vida de Cristo é isso.

Ok, eu acabei com o texto, era esse o propósito, ser simples mas prudente (Matheus 10:16b) Fique com um video da idéia ser Cristão, ou seja, minimalista, do canal o Evangelho em 3 minutos.

Hoje (2/07/10) tive outro vislumbre de quanto o Cristianismo é minimalista. Ontem, domingo, tivemos ceia na igreja, -uma das poucas coisas que o homem não tocou- e percebi o quanto dela nos diz tanto em tão pouco sobre o Cristianismo. Ou seja, quem quer um Cristianismo genuino deve buscar o minimalismo, não como fim mas como meio. Simplicidade de Cristo.

PS: pretendo adicionar aos poucos versículos da bíblia que nos dizem isso, se quiser pode ajudar. Paz de Cristo

Primeiramente, dizer o quanto meu coração anda extremamente abatido e triste com essa tragédia que ocorreu lá onde a familia de minha mãe nasceu e cresceu boa parte da vida. Meu primeiro banho de mar quando bebê também foi lá. Sempre comentei com orgulho da Ilha Grande – onde minha mãe, meus tios e vó nasceram- à amigos e conhecidos. Logo, dedico aos conhecidos, aos não conhecidos e aos parentes que pouco vi o meu coração que doi e chora nesses segundos que escrevo essa pequena justificação do meu poema e oro ao Senhor para que limpe seus olhos e suas lagrimas, na esperança de nos  encontrarmos depois no fim de tudo lá na Sua morada eterna. Dito essas palavras deixo o poema com o título Yumi, da filha de Geraldo e Sônia, donos da pousada. Não os conheco mas eles são homens como eu por isso minha ligação com eles é eterna. Não sinto a perda de ninguem como eles sentem mas me compadeço sinceramente. Que Deus tenha misericórdia.

Yumi

Os amados se foram

Agora a luz da verdade me assombra.

A chuva se esvaziou,

agora os moços e moças desconhecidos me tocam,

Meu espirito se transportou aos corações que choram,

vão se embora.

o vazio ficou, a tristeza

já se fora.

O que fazer agora?

O que era verde, limpo e vivo, se limpa por hora.

Se cava para ver

a agonia de perder.

É de reflexões que se fazem pensamentos e de pensamentos, vida, assim, pensar é viver, e então vamos a Descartes, penso, logo existo. Contudo, vem a pergunta: que diabos isso tem haver com literatura? Ou mesmo descanso? Bem, a conexão que faço com pensar e literatura é que de alguma maneira não-crítica certas leituras nos levam a pensar, e isso já é obvio para muitos, e creio que seja para você leitor. De toda forma, o objetivo desse texto é relacionar a literatura não a viagens, aventuras e ação, e sim; a um descanso, despreocupado e como um bem em si.

Num mundo de homens sem peito estressados e mulheres sem força mais estressadas ainda , soa engraçado falar sobre uma vida de descanso da vida na vida. O que é preferível e visto como descanso são TVs, rádios, musicas e filmes longe sempre da boa vida da literatura. Não é elitismo, de maneira alguma, porque se alguém quer ler Quem mexeu no meu queijo? , por mim tudo bem, mas vamos comparar certas coisas na vida como boa comida: saudável, nutritiva e naturalmente completa e outras como fast food. E esse outro tipo de leitura é isso, comida rápida e plástica, construída apenas para atender sensações humanas estritamente especificas, ou seja, viciantes. Porque é factual, que quando se isola um esquema natural, ou um elemento químico, ou mesmo sabores, eles se tornam não-naturais, e é isso que os tornam maléficos de alguma maneira. A falta de ética e consciência cientifica é imensa porque onde normalmente se encontra de maneira suave e controlável com outros inibidores dentro dos elementos naturais, o homem pega e o transforma em droga, e também o é assim na literatura. E é o parar, pensar e descansar que nos faz repensar coisas desse tipo, seja nossa alimentação real ou mental. Mas num mundo onde “o tempo” nos comprime e nos impede de pensar, quem existe? É a pergunta que faço. Não somos nós as salsichas adolescentes do clipe another brick in the wall do Pink Floyd, ou mesmo, os betas, e zetas, do Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley? Como será descansar onde todos andam rápidos, desinteressados e cansados, e que quando param vêem na TV sangue, sexo e loucura num tipo de BurgerKing publicitário.

Nos vendem enquanto andamos nos nossos transportes de carga que chamamos de transporte público, quando voltamos para casa na nossa caixa de diversão, a TV, vendem quando estamos num banheiro de uma boate qualquer. Não temos escolha. É comprar o que produzimos ou somos chamados de antiquados, retrógrados e não-progressistas. É apoiar um falso desenvolvimento sustentável que sustenta apenas o mesmo modelo dos capitalistas ingleses rechonchudos da década de 20. É por isso te convido a descansar, e usar da literatura para fazer isso. Talvez possa até pensar: como fazer isso enquanto eu tenho dois trabalhos, dois filhos e vida pessoal? Creio que se você não desligar a TV da sua vida, isso pode ficar do jeito que está. Veja, que é apenas um apelo para que você exista ou pense, mas que faça um dos dois pelo menos. Vá aos clássicos literários, descubra o quanto você não sabe num mundo onde diz-se que se sabe tudo, ache livros por você mesmo, não compre Best-sellers, sai do usual, repense. Não vá atrás de jornais não, não fique “informado”, na forma, indo para origem da palavra, se desinforme, e exista! E talvez, você consiga descansar nesse mundo que faz você não pensar. Reconheça as coisas que lhes tão perto e que você não aproveita. Não veja a lua como um astro ou o Sol como a nossa estrela. Admire a chuva, o verde, a alegria de alguns amigos conversando, uma piada sem graça de uma amiga querida, exista! É certo que você pode aproveitar as coisas de maneira consciente, saudável e ver que poderemos deixar de ser homens e mulheres sem peito, desonrados pelo sistema que nos mesmos produzimos. Quem sabe isso faça diferença, ou não, isso vai ser com você, mas com certeza de maneira suave sua vida pode ter uma melhora, uma respiração mais profunda, um olhar mais atento aos que os outros falam.

É objetivo do Grande Ford criado por Huxley que deixemos de crer que vivemos, e é essencial para a continuidade desse sistema que sublimamos nossa existência a um nível deplorável de submissão e descontrole emocional. Pense, se emocione, viva e não se perceba como alguém que vê a própria vida como se estivesse fora dela, um ser fadado a ser um numero aritmético na escola, trabalho e vida. Quando se vive uma vida automatizada por roteiros, horários e costumes não se percebe os momentos presentes de maneira presencial, tentar observar isso e reconstruir uma vida vivida por você mesmo é essencial para que você exista, viva e pense. Então, descanse!

Altar grego para o Deus desconhecido

Olá leitor! Eu novamente abordando o cristianismo  para quem não é cristão (pelo menos é esse o meu objetivo!).

Hoje eu vou comentar algo que tem me incomodado muito. Devo dizer que eu dou risada quando assisto programas de carater cristão duvidoso na tv.”igrejas globais da vida”, ou, “comunidades poderosas da maquiagem de Deus”, esse tipo de coisa. Mais coisas que eu sempre dou risada meu coração se entristece por não perceber o Senhor Jesus sendo pregado. Não quero tratar disso precisamente, meu objetivo nesse post não é dizer que está certo ou errado, e sim dizer que Cristo está certo, que ele e suas palavras são os verdadeiros parâmetros para nossa vida, fugindo dessa ideia muitas coisas aparecem, muitas menos cristo. Digo isso por ser muito fácil, a realidade mostra, deixar que caiamos por causa de pequenas pedras. Admito que por muito tempo passei obscurecido por muitas coisas, mas hoje posso dizer que encontrei Cristo, passei a crer na sua palavra e não viajar nela. Sua graça me alcançou, definitivamente, de maneira que hoje vivo uma vida mais perto dele e mais aberta a ele do que antes. E esse antes, se baseava na falsa ideia da graça, e na falsa ideia dele, hoje vejo o quanto ele é amoroso e compreensivo, algo essencial para a situação nossa. E baseado no momento em que Jesus vai lavar os pés dos discipulos, e quando Pedro diz: “Senhor, eu não vou deixar que tu laves meus pés!”. E porque ele fez isso? Porque era auto-suficiente, não tinha sido revelado da verdadeira personalidade da graça de Deus: Cristo lavando seus pés! Porque? porque o homem não pode fazer isso só! Contudo, deixamos tudo isso por migalhas da mesa, onde habita miséria de Deus, não que eu não veja que o que se ganha com as pregações de hoje não seja bom para ninguem, e o é, porém a verdade de Deus não está na defesa da saúde terrena, ou da posse de promessas de ambição, ou empresas, e sim, no caráter de sua relação com Deus, sem isso, devo repetir o que Cristo falará no final de tudo: “aparta-te, maldito, não te conheço!”. E as doutrinas de demônios vomitadas das bocas dos prósperos nos levará apenas a um lugar, o de desconhecer a Deus.

Os evangelhos são claros e o novo testamento, e o velho, que o relacionamento com Deus está acima das coisas passageiras, e é isso, que apenas continuará na eternidade. Milagres levavam a se falar de Cristo, porém, no novo é bem visivel que a salvação não está ligada a isso. Os verdadeiros milagres que Deus nos constrange com seus espirito santo é amar, perdoar, ajudar, orar, sorrir, brincar, viver e todas as coisas que o apostolo Paulo nos conclama a pensar, coisas de virtude. Foi um milagre, a mulher adultera ir de encontro a Cristo e chorar aos seus pés, e limpar com seus cabelos o óleo que custou quase toda sua vida trabalhando. Oras, milagres não são coisas incomuns? Os exemplos são diversos na biblia e na nossa vida diária. O senhor nos chama não à babulrdia do dinheiro e da felicidade terrena mas a felicidade que excede todo entendimento, alicerçada nele e para ele, na completa existencia que o homem tem quando encontra Deus.

Marx estava certo quando disse que a religião era o ópio do povo. Porém, ele não sabia que Cristo era a água da vida e o pão do céu, e sem isso não se pode viver sem. E é por isso que devemos sair de nossas sinagogas, pararmos de vender coisas dentro do templo e sigamos Cristo pela judéia afora!É isso! Foi um post pequeno o de hoje mas minha cota de tempo sem escrever expirou e era preciso! :P

PS: E a paz do Senhor Jesus Cristo venha sobre ti nessa hora, e que você encontre o Deus desconhecido que se mostra e se mostrou atraves da natureza, e na propria natureza do homem, e seja livre, para viver plenitude de viver a verdade de todas as Eras: Cristo!

Não acreditei quando li a matéria no CMI Brasil. E ainda por cima, perto de onde eu moro, por Deus! É incrível como o atual governo está de maneira suja e sorrateira tirando as nossas liberdades civis, e uma das principais, a liberdade de expressão. Seja com a lei pseudo-homofóbica,  a censura vem com força total nesses anos de Lula Lá. Pode me chamar de direitista ou mesmo anti-pobre como toda retórica petista usada contra seus opositores. Contudo, não sou nada disso, apenas faço meu papel como cidadão do MEU PAÍS e não de um governo ou outro. Noticias como essas no Hora do Povo, O Biscoito Fino e A Massa, Xô Censura, e no site do PCO que me irritam:e o Lula fala de consolidação da democracia. É só demagogia, como sempre vindo dos políticos que vai e vão nessa país. Mas vamos a notícia local vinculada no CMI. Apreenderam um servidor do grupo Saravá, que faz pesquisas em antropologia e outras ciências na Unicamp (Campinas-SP). O caso se deve não a apenas a apreensão mas ao modo que foi feita, sem autorização legal, mandado, isso já pura e simplesmente já desqualifica qualquer ação, seja certa ou errada, por parte dos policiais. Porém, a história não é só isso. A pesquisa envolvia gente poderosa da Holanda, no que eles chamavam de “cadeira produtiva” da imigração ilegal e onde citavam politicos e envolvidos do cenário Holandês – Na holanda é imigração é crime-. Mesmo assim, o pior não é isso é que as informações vinculadas no site do grupo já estavam disponíveis publicamente. De toda forma, a reitoria da unicamp recebeu um notificado da Comissão Holandesa de Proteção à Informações Pessoais e a própria reitoria, sem aviso prévio ao grupo, contatou a policia. E deu no que deu. Meu Deus!

fonte:http://www.lawrei.eu/MRA_Alliance/wp-content/uploads/2008/02/usgovdebt.gif

Uma frase que eu amo de um escritor americano chamado Mark Twain é a seguinte: Toda vez que se encontrar do lado da maioria, é hora de parar e refletir. Ela reflete como anda o mundo no quesito em pensar por si mesmo com um espirito crítico. Isso não existe mais na sociedade mundial tecno-democrática. Os Jornais e as mídias fazem isso por nós, e nós, fatigados de trabalhar para eles engolimos como docinho de criança, e ainda, achando que somos inteligentes, criticando políticos, professores e polícias. Estamos todos no mesmo barco e num barco sem remo, ou melhor, com um remo invisível que Adam Smith acreditava que regeria a economia da melhor maneira possível, e ele estava certo. A maioria dos governos correram para seus caixas e deram de mãos beijadas o dinheiro suado dos burros betas de Aldous Huxley, bilhões e bilhões para o que provavelmente foi erro administrativo de alguns banqueiros cheios de dinheiro até a alma. E como sempre, pagamos o pato. Estocamos comida quando dizem que estamos fazendo isso. Tiramos o dinheiro do banco quando dizem que eles vão quebrar. Não sei mais no que acreditar: Chegamos ao ponto da humanidade sonhada por Bacon e Nietzsche sem moral e acima de qualquer preconceito cultural ou religioso, e no fim das contas o pragmático diz: não funcionou, não estamos nada bem! Eu diria isso, digo. É Certo que isso vai passar mas como disse um economista no programa Entre Aspas da GloboNews, vai levar uns 5 anos na melhores das hipóteses.

O que estava me perguntando se esse modelo que ainda destrói tudo pela frente ainda consegue sub-existir. Um dia desses vi um documentário chamado We Feed The World que falava sobre a situação dos pequenos agricultores e as indústrias do alimento, nem preciso dizer o que acontece não é? É assim, continua assim e vai continuar mesmo que esse metido pseudo escritor reclamando o que todo mundo sabe, we are fucked! E não é só isso, esse mesmo documentário mostra Jean Ziegler que é representante da Relatoria Especial para o Direito à Alimentação da ONU do orgão FAO, que a produção agricula poderia alimentar cerca de 12 bilhões de pessoas na situação atual, e isso é a ponta do iceberg, como sempre é, seja na política infantilizada usada pra as massas no brasil seja nos para os bancos suícos descaradamente corruptos. Fazer o que com esses caras? Mata-los, fazer que nem os  mujahadin-homens-bombas? Talvez. Não. Brincadeira não funciona assim, só dá desculpas para eles manterem seu regime diabólico, sejam americanos protestantes, sejam europeus ateus ou mesmo asiáticos autocraticos-comunistas-capitalistas é sempre a mesma história, poder, poder, poder… E que nem o jovem Rico que pergunta a Cristo o que ele deveria fazer para ir para o céu, porque os mandamentos ele cumpre, então Cristo reponde à ele: dá tudo aos pobres e me segue… você deve imaginar o fim da história. Que Deus me ajude à não morrer cedo e que Deus nos ajude a sermos mais sensatos e equilibrados…