É de reflexões que se fazem pensamentos e de pensamentos, vida, assim, pensar é viver, e então vamos a Descartes, penso, logo existo. Contudo, vem a pergunta: que diabos isso tem haver com literatura? Ou mesmo descanso? Bem, a conexão que faço com pensar e literatura é que de alguma maneira não-crítica certas leituras nos levam a pensar, e isso já é obvio para muitos, e creio que seja para você leitor. De toda forma, o objetivo desse texto é relacionar a literatura não a viagens, aventuras e ação, e sim; a um descanso, despreocupado e como um bem em si.

Num mundo de homens sem peito estressados e mulheres sem força mais estressadas ainda , soa engraçado falar sobre uma vida de descanso da vida na vida. O que é preferível e visto como descanso são TVs, rádios, musicas e filmes longe sempre da boa vida da literatura. Não é elitismo, de maneira alguma, porque se alguém quer ler Quem mexeu no meu queijo? , por mim tudo bem, mas vamos comparar certas coisas na vida como boa comida: saudável, nutritiva e naturalmente completa e outras como fast food. E esse outro tipo de leitura é isso, comida rápida e plástica, construída apenas para atender sensações humanas estritamente especificas, ou seja, viciantes. Porque é factual, que quando se isola um esquema natural, ou um elemento químico, ou mesmo sabores, eles se tornam não-naturais, e é isso que os tornam maléficos de alguma maneira. A falta de ética e consciência cientifica é imensa porque onde normalmente se encontra de maneira suave e controlável com outros inibidores dentro dos elementos naturais, o homem pega e o transforma em droga, e também o é assim na literatura. E é o parar, pensar e descansar que nos faz repensar coisas desse tipo, seja nossa alimentação real ou mental. Mas num mundo onde “o tempo” nos comprime e nos impede de pensar, quem existe? É a pergunta que faço. Não somos nós as salsichas adolescentes do clipe another brick in the wall do Pink Floyd, ou mesmo, os betas, e zetas, do Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley? Como será descansar onde todos andam rápidos, desinteressados e cansados, e que quando param vêem na TV sangue, sexo e loucura num tipo de BurgerKing publicitário.

Nos vendem enquanto andamos nos nossos transportes de carga que chamamos de transporte público, quando voltamos para casa na nossa caixa de diversão, a TV, vendem quando estamos num banheiro de uma boate qualquer. Não temos escolha. É comprar o que produzimos ou somos chamados de antiquados, retrógrados e não-progressistas. É apoiar um falso desenvolvimento sustentável que sustenta apenas o mesmo modelo dos capitalistas ingleses rechonchudos da década de 20. É por isso te convido a descansar, e usar da literatura para fazer isso. Talvez possa até pensar: como fazer isso enquanto eu tenho dois trabalhos, dois filhos e vida pessoal? Creio que se você não desligar a TV da sua vida, isso pode ficar do jeito que está. Veja, que é apenas um apelo para que você exista ou pense, mas que faça um dos dois pelo menos. Vá aos clássicos literários, descubra o quanto você não sabe num mundo onde diz-se que se sabe tudo, ache livros por você mesmo, não compre Best-sellers, sai do usual, repense. Não vá atrás de jornais não, não fique “informado”, na forma, indo para origem da palavra, se desinforme, e exista! E talvez, você consiga descansar nesse mundo que faz você não pensar. Reconheça as coisas que lhes tão perto e que você não aproveita. Não veja a lua como um astro ou o Sol como a nossa estrela. Admire a chuva, o verde, a alegria de alguns amigos conversando, uma piada sem graça de uma amiga querida, exista! É certo que você pode aproveitar as coisas de maneira consciente, saudável e ver que poderemos deixar de ser homens e mulheres sem peito, desonrados pelo sistema que nos mesmos produzimos. Quem sabe isso faça diferença, ou não, isso vai ser com você, mas com certeza de maneira suave sua vida pode ter uma melhora, uma respiração mais profunda, um olhar mais atento aos que os outros falam.

É objetivo do Grande Ford criado por Huxley que deixemos de crer que vivemos, e é essencial para a continuidade desse sistema que sublimamos nossa existência a um nível deplorável de submissão e descontrole emocional. Pense, se emocione, viva e não se perceba como alguém que vê a própria vida como se estivesse fora dela, um ser fadado a ser um numero aritmético na escola, trabalho e vida. Quando se vive uma vida automatizada por roteiros, horários e costumes não se percebe os momentos presentes de maneira presencial, tentar observar isso e reconstruir uma vida vivida por você mesmo é essencial para que você exista, viva e pense. Então, descanse!

Altar grego para o Deus desconhecido

Olá leitor! Eu novamente abordando o cristianismo  para quem não é cristão (pelo menos é esse o meu objetivo!).

Hoje eu vou comentar algo que tem me incomodado muito. Devo dizer que eu dou risada quando assisto programas de carater cristão duvidoso na tv.”igrejas globais da vida”, ou, “comunidades poderosas da maquiagem de Deus”, esse tipo de coisa. Mais coisas que eu sempre dou risada meu coração se entristece por não perceber o Senhor Jesus sendo pregado. Não quero tratar disso precisamente, meu objetivo nesse post não é dizer que está certo ou errado, e sim dizer que Cristo está certo, que ele e suas palavras são os verdadeiros parâmetros para nossa vida, fugindo dessa ideia muitas coisas aparecem, muitas menos cristo. Digo isso por ser muito fácil, a realidade mostra, deixar que caiamos por causa de pequenas pedras. Admito que por muito tempo passei obscurecido por muitas coisas, mas hoje posso dizer que encontrei Cristo, passei a crer na sua palavra e não viajar nela. Sua graça me alcançou, definitivamente, de maneira que hoje vivo uma vida mais perto dele e mais aberta a ele do que antes. E esse antes, se baseava na falsa ideia da graça, e na falsa ideia dele, hoje vejo o quanto ele é amoroso e compreensivo, algo essencial para a situação nossa. E baseado no momento em que Jesus vai lavar os pés dos discipulos, e quando Pedro diz: “Senhor, eu não vou deixar que tu laves meus pés!”. E porque ele fez isso? Porque era auto-suficiente, não tinha sido revelado da verdadeira personalidade da graça de Deus: Cristo lavando seus pés! Porque? porque o homem não pode fazer isso só! Contudo, deixamos tudo isso por migalhas da mesa, onde habita miséria de Deus, não que eu não veja que o que se ganha com as pregações de hoje não seja bom para ninguem, e o é, porém a verdade de Deus não está na defesa da saúde terrena, ou da posse de promessas de ambição, ou empresas, e sim, no caráter de sua relação com Deus, sem isso, devo repetir o que Cristo falará no final de tudo: “aparta-te, maldito, não te conheço!”. E as doutrinas de demônios vomitadas das bocas dos prósperos nos levará apenas a um lugar, o de desconhecer a Deus.

Os evangelhos são claros e o novo testamento, e o velho, que o relacionamento com Deus está acima das coisas passageiras, e é isso, que apenas continuará na eternidade. Milagres levavam a se falar de Cristo, porém, no novo é bem visivel que a salvação não está ligada a isso. Os verdadeiros milagres que Deus nos constrange com seus espirito santo é amar, perdoar, ajudar, orar, sorrir, brincar, viver e todas as coisas que o apostolo Paulo nos conclama a pensar, coisas de virtude. Foi um milagre, a mulher adultera ir de encontro a Cristo e chorar aos seus pés, e limpar com seus cabelos o óleo que custou quase toda sua vida trabalhando. Oras, milagres não são coisas incomuns? Os exemplos são diversos na biblia e na nossa vida diária. O senhor nos chama não à babulrdia do dinheiro e da felicidade terrena mas a felicidade que excede todo entendimento, alicerçada nele e para ele, na completa existencia que o homem tem quando encontra Deus.

Marx estava certo quando disse que a religião era o ópio do povo. Porém, ele não sabia que Cristo era a água da vida e o pão do céu, e sem isso não se pode viver sem. E é por isso que devemos sair de nossas sinagogas, pararmos de vender coisas dentro do templo e sigamos Cristo pela judéia afora!É isso! Foi um post pequeno o de hoje mas minha cota de tempo sem escrever expirou e era preciso! :P

PS: E a paz do Senhor Jesus Cristo venha sobre ti nessa hora, e que você encontre o Deus desconhecido que se mostra e se mostrou atraves da natureza, e na propria natureza do homem, e seja livre, para viver plenitude de viver a verdade de todas as Eras: Cristo!

Não acreditei quando li a matéria no CMI Brasil. E ainda por cima, perto de onde eu moro, por Deus! É incrível como o atual governo está de maneira suja e sorrateira tirando as nossas liberdades civis, e uma das principais, a liberdade de expressão. Seja com a lei pseudo-homofóbica,  a censura vem com força total nesses anos de Lula Lá. Pode me chamar de direitista ou mesmo anti-pobre como toda retórica petista usada contra seus opositores. Contudo, não sou nada disso, apenas faço meu papel como cidadão do MEU PAÍS e não de um governo ou outro. Noticias como essas no Hora do Povo, O Biscoito Fino e A Massa, Xô Censura, e no site do PCO que me irritam:e o Lula fala de consolidação da democracia. É só demagogia, como sempre vindo dos políticos que vai e vão nessa país. Mas vamos a notícia local vinculada no CMI. Apreenderam um servidor do grupo Saravá, que faz pesquisas em antropologia e outras ciências na Unicamp (Campinas-SP). O caso se deve não a apenas a apreensão mas ao modo que foi feita, sem autorização legal, mandado, isso já pura e simplesmente já desqualifica qualquer ação, seja certa ou errada, por parte dos policiais. Porém, a história não é só isso. A pesquisa envolvia gente poderosa da Holanda, no que eles chamavam de “cadeira produtiva” da imigração ilegal e onde citavam politicos e envolvidos do cenário Holandês – Na holanda é imigração é crime-. Mesmo assim, o pior não é isso é que as informações vinculadas no site do grupo já estavam disponíveis publicamente. De toda forma, a reitoria da unicamp recebeu um notificado da Comissão Holandesa de Proteção à Informações Pessoais e a própria reitoria, sem aviso prévio ao grupo, contatou a policia. E deu no que deu. Meu Deus!

fonte:http://www.lawrei.eu/MRA_Alliance/wp-content/uploads/2008/02/usgovdebt.gif

Uma frase que eu amo de um escritor americano chamado Mark Twain é a seguinte: Toda vez que se encontrar do lado da maioria, é hora de parar e refletir. Ela reflete como anda o mundo no quesito em pensar por si mesmo com um espirito crítico. Isso não existe mais na sociedade mundial tecno-democrática. Os Jornais e as mídias fazem isso por nós, e nós, fatigados de trabalhar para eles engolimos como docinho de criança, e ainda, achando que somos inteligentes, criticando políticos, professores e polícias. Estamos todos no mesmo barco e num barco sem remo, ou melhor, com um remo invisível que Adam Smith acreditava que regeria a economia da melhor maneira possível, e ele estava certo. A maioria dos governos correram para seus caixas e deram de mãos beijadas o dinheiro suado dos burros betas de Aldous Huxley, bilhões e bilhões para o que provavelmente foi erro administrativo de alguns banqueiros cheios de dinheiro até a alma. E como sempre, pagamos o pato. Estocamos comida quando dizem que estamos fazendo isso. Tiramos o dinheiro do banco quando dizem que eles vão quebrar. Não sei mais no que acreditar: Chegamos ao ponto da humanidade sonhada por Bacon e Nietzsche sem moral e acima de qualquer preconceito cultural ou religioso, e no fim das contas o pragmático diz: não funcionou, não estamos nada bem! Eu diria isso, digo. É Certo que isso vai passar mas como disse um economista no programa Entre Aspas da GloboNews, vai levar uns 5 anos na melhores das hipóteses.

O que estava me perguntando se esse modelo que ainda destrói tudo pela frente ainda consegue sub-existir. Um dia desses vi um documentário chamado We Feed The World que falava sobre a situação dos pequenos agricultores e as indústrias do alimento, nem preciso dizer o que acontece não é? É assim, continua assim e vai continuar mesmo que esse metido pseudo escritor reclamando o que todo mundo sabe, we are fucked! E não é só isso, esse mesmo documentário mostra Jean Ziegler que é representante da Relatoria Especial para o Direito à Alimentação da ONU do orgão FAO, que a produção agricula poderia alimentar cerca de 12 bilhões de pessoas na situação atual, e isso é a ponta do iceberg, como sempre é, seja na política infantilizada usada pra as massas no brasil seja nos para os bancos suícos descaradamente corruptos. Fazer o que com esses caras? Mata-los, fazer que nem os  mujahadin-homens-bombas? Talvez. Não. Brincadeira não funciona assim, só dá desculpas para eles manterem seu regime diabólico, sejam americanos protestantes, sejam europeus ateus ou mesmo asiáticos autocraticos-comunistas-capitalistas é sempre a mesma história, poder, poder, poder… E que nem o jovem Rico que pergunta a Cristo o que ele deveria fazer para ir para o céu, porque os mandamentos ele cumpre, então Cristo reponde à ele: dá tudo aos pobres e me segue… você deve imaginar o fim da história. Que Deus me ajude à não morrer cedo e que Deus nos ajude a sermos mais sensatos e equilibrados…

Como sempre. Certas coisas não passam no jornal. Seja o jornal “nacional” ou não. Recebi um email de um irmão da minha congregação relatando a seguinte notícia:

ORE POR NOSSOS IRMÃOS QUE ESTÃO SENDO PERSEGUIDOS E  MORTOS NA ÍNDIA.


Ola paz em Cristo Jesus!!!
É com muita tristeza que escrevemos esse email.
Semana retrasada mataram um líder do hinduísmo no estado de Orissa,um grupo chamado Maoísta arcou com todas conseqüências mas os hindus falaram que os cristãos estavam por de traz.
Resumindo tudo, pelas noticias, mais de 600 igrejas foram  demolidas, varias escolas, instituições, casas de
orações, casas dos próprios cristãos foram atacadas e destruídas, 4000 pessoas estão foragidas nas florestas, alguns cristãos foram queimados vivos e cortados em  pedaços. Na ultima segunda feira falamos com um Pastor  indiano e ele nos disse que 14 pastores foram mortos, o  primeiro ministro chamou o atentado de ataque da vergonha.
Precisamos orar por essas pessoas, pelos seus familiares, e  pelo evangelho no estado de Orissa, os Hindus querem acabar  com o Cristianismo nesse estado.
Sabemos que Deus é bom e fiel porem nesse momento essas pessoas precisam de teu clamor e oração.
Deus abençoe.
Pastores Naia e Juliana
Ministério Adore Índia

Notícias Nazarenas:
Bangalore, Índia
Domingo, 7 de setembro de 2008

Três pastores Nazarenos foram mortos em Orissa, Índia, sob forte violência.
À medida que a violência continua a crescer em Orissa,  Índia, muitos cristãos permanecem na clandestinidade após  dias de motins, que deixaram muitos mortos e inúmeros lares  cristãos e igrejas foram queimadas ou destruídas.
Na semana passada, duas congregações Nazarenas foram a lamentar a morte dos seus pastores – Purna Digal da Igreja  do Nazareno de Baliguda e Purendra Digal da Igreja do  Nazareno de Bataguda.
Ambos os pastores foram mortos por um grupo na sexta-feira  à noite, dia 29 de agosto, tiveram suas Igrejas e casas queimadas, ficando totalmente destruídas, enquanto os  nativos fugiam para a selva para se proteger.
Ambos eram líderes do grupo “Filme JESUS”, em  missão da Igreja em Orissa.
Em incidentes semelhantes, Igrejas do Nazareno e casas  foram queimadas  em pelo menos seis aldeias, também as  casas de inúmeras famílias Nazarenas foram queimadas ou destruídas pelos agentes do mal.
“Esta noite ouvi dizer que um total de 15 igrejas do  Nazareno foram queimadas e 400 casas de famílias Nazarenas foram destruídas”,  relata Sunil Dandge.
Na semana passada (6 – 7 setembro), Dandge relatou ao  diretor na Eurásia Gustavo Crocker que outro pastor  Nazareno tinha sido morto. O Pr. Fidem Nayak do Purunagarh  (Berka) tinha sido dado como desaparecido desde 24 de  agosto.
Infelizmente, o superintendente distrital do Oriente da  Índia, comunicou aos Dandge, que realmente o Pr. Nayak foi  confirmado como morto em sua cidade.
Em Orissa o Ministério “Filme JESUS” foi o  impulso para a implantação da Igreja Prasad Nayak diz,
“Nós temos medo e receamos pelas nossas vidas e  vivemos em constante medo. Por favor, orem para a nossa segurança e de muitos outros membros cujo paradeiro  desconhecemos.”
Milhares de pessoas, na sua maioria cristã, ainda estão escondidos nas florestas ou têm encontrado refúgio nos abrigos criados pelo governo.
“Por favor, continuem a defender as famílias que  perderam os seus entes queridos, e que já perderam
tudo”, Dandge pede.
“Também para o governo ser eficaz na manutenção da  paz, fazendo a situação voltar ao normal. será um alívio  se estes esforços forem autorizados em breve.”
Urgente, ore pelos nazarenos em Orissa e outros cristãos  que estão sofrendo neste momento. Ore também para o  ministério “Filme Jesus”, e os funcionários que  se prepararam para responder a ajuda, sempre que puderem  estejam orando.

Unidos pelos laços do Calvário.
Pr. João

Resolvi citar ela pelo simples motivo: isso não iria passar na TV! É obvio que meu blog não tem grande visitação mas achei justificável coloca-lo na internet de qualquer maneira. Então  fica ai minha indignação da minha pessoa e da falta de jornalismo que há no mundo…
indianos protestando

Como eu estou em semanas de provas aqui na faculdade, postar coisas novas fica difícil. Gosto de levar tempo e fazer pesquisa antes de escrever qualquer coisa. aqui no blog só tem coisa de qualidade, ou pelo menos, de minha qualidade(hihihi)! Anyway, os próximos posts vão falar sobre a visão cristã sobre o homosexualismo, sobre a nova moda: virar político  e porque eu amo retórica e por ultimo e não menos importante, um tema que eu curto bastante: a crise do jornalismo mundial, geograficamente falando, aqui no brasil. Então, deixa de ser melindroso e feed-se no meu blog, ou assine, como desejar!

Eu sou cristão, não nego e não me escondo de ninguém em relação à isso, até porque, Jesus Cristo, à quem eu sirvo não admite dupla personalidade, ou melhor, uma vida dupla, e você entende o que eu quero dizer. Entretanto esse post não é sobre religião propriamente dita, não! Até porque eu não me considero cristão nos termos atuais, especificamente no termos brasileiros, e isso apenas me torna um tipo de cristão secular à idéia atual de cristianismo pregada hoje. Chega de falar sobre isso! Eu vim falar mesmo era sobre política. E o babado do momento é os EUA atirando no próprio pé, no seu  modelo ecônomico, ou mais comicamente falando, se tornando socialista como disse a jornalista Márcia Pinheiro no Carta Capital neste post. E o que não era obvio se tornou, o mundo esta virando de cabeça pra baixo. O FIM ESTA PRÓXIMO e é isso que está aconcecendo,digo, o fim do mundo do qual vivemos até hoje. O que espera de nós na próxima década? China, India, Russia, Japão (dedução minha), Brasil (sei lá, eu coloquei de pena esse ai! Não merece está onde poderia estar) e creio eu comandando tudo isso o UE, e não me pergunte porque agora, são suposições que pretendo refletir com mais tempo, e coloca-las daqui a algum tempo. Fique lendo o maravilhoso artigo da Senhorita Márcia Pinheiro, vale a pena!

Depois de um tempo sem escrever, a única coisa que me mantém na ativa é a minha depressão :) E como eu não poderia deixar de falar, o jornal Folha Universal me relembrou um assunto que já refletia muito antes do “boom” do biocombustível. O problema dos canaviais…e os boias-frias. Que diga-se de passagem já é velhinho mas que ninguém resolve.

Olhando no internet, vi que matérias sobre os boias-frias ainda são constantes, mas nem tanto. Esse problema já foi socializado, assim como a violência, as drogas e a corrupção, ninguém liga mais. Brasileiros por brasileiros, negócios a parte já dizia Lula, que incentiva a produção do tal milagre verde dos biocombustíveis mas nem comenta sobre a questão deles (boias-frias) que são escravos nos canaviais e constantemente morrem no interior desse Brasil.

A idéia é modernizar a produção e tirar o boia do canavial, ou melhor, lhe conceder melhores condições de trabalho. E porque eu faria isso? Aumentaria muito o custo do biocombustível. É essa a idéia né? Deixemos assim, é melhor para economia, assim como Marx dizia que os desempregados cumprem seu papel para manter os salários dos empregados baixo. Viva a democracia, aqui no Brasil é claro!

O MEC e uma instituição de respeito, porem de um tempo pra cá o aumento de faculdades privadas e a decadencia das mesmas, como o enade disponibilizou no ENADE 2008 veio apenas de um lugar. Do proprio MEC. Pois quem libera para que as novas instituiçoes de ensino funcionem e o MEC em pessoa. E nao so isso, e fato que o mesmo aluno que entra na instituicao privada e o mesmo que estudou nas “otimas” escolas publicas desse Brasil. E bosta atras de bosta. Nao apenas pelo crescimento desordenado das universidades mas como tambem a falta de cultura de estudo de quem vem de escolas publicas.

Resumindo, problema como sempre e esse: Os governantes tapam o sol com a peneira com projetos de curto a médio prazo e dane-se o próximo eleito. Sempre foi assim. Cotas para “raças” ou mesmo incentivo para alunos de escola publica são coisas que só demonstram a falta de preparação e inteligencia dos nossos elegantíssimos  deputados e senadores. Ai, ai, o que dizer disso? Fazer exatamente o que fez as melhores Universidade Publicas do Brasil (UNICAMP E USP). Nao ao “ENADA”!. Ele não prova nada. Quer dizer, ele prova tudo. A burrice dos eleitos!

Eu nao faco direito ou trabalho na area juridica mas nao faz muito sentido para mim ainda as criticas do STJ ou mesmo do senhor Renan. Desculpas e retorica apenas com outros significados que eu mesmo nao tentarei falar. Voces sabem do que eu estou falando. Estou falando de politica, e e assim que as coisas funcionam no Brasil. Os PF cortaram as asas de alguns poderosos e amigos do congresso entao e obvio que a primeira coisas que seus amigos iriam fazer e caluniar a PF por fazer trabalho. E mesmo que o Senado Renan fale que a PF nao trabalhe em conjunto com as outras instituiçoes, tambem sabemos o porque disso. Eu sou apenas um cidadao cansado de retorica pobre e politica chinfrim de Brasilia. Temos os melhores politicos. Os que mais sabem mentir! E isso e so a ponta do iceberg. Contudo, digo Policiais Federais e Politicos-contra-a-mare, e todos que querem um pais melhor continuem fazendo seu brilhante trabalho, Deus vos abençoe!